Bem Vindo(a) a Educacionalmídias!...

MÍDIAS

MÍDIA - TELEVISÃO


A televisão é hoje o meio de comunicação de massa (MCM) de maior inserção social. Assistí-la é quase de graça. Para a maioria dos brasileiros, a televisão se constitui na única fonte de informação. Some-se a isto o fato de ser ela também o meio de preencher as horas de lazer, de forma barata e prática, sendo preciso estar criticamente atento a todo e qualquer conteúdo veiculado pelos (MCM. Consideramos que aqui está um papel fundamental da escola em relação a esses meios de comunicação: a de formar cidadãos críticos, capazes de reelaborar o mundo de informações advindas dos MCM, aqui figurando principalmente a televisão.
A experiência televisiva faz parte do cotidiano de professores e alunos. A escola, como lugar onde não só se deve reproduzir conhecimentos, mas também desenvolver a competência para produzi-los, tem, com base nesta premissa, motivos mais que suficientes para tratar essa experiência criticamente, enriquecendo seu próprio fazer pedagógico.
Fonte: Metodologia do Ensino de Ciências

MÍDIA - RÁDIO


Imagine ligar seu rádio neste instante e ouvir transmissões de palestras, aulas de Língua Portuguesa, História do Brasil, Geografia, Física, Química e cursos práticos sobre Rádio, Telegrafia, Telefonia e Silvicultura? Pois esses eram alguns dos principais programas transmitidos pela primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, fundada em 1923. Em 1934 foi inaugurada a estação da Rádio Escola Municipal do Distrito Federal que transmitia conhecimentos sistematizados para escolas e para o público em geral. Os anos 40 e 50 marcaram a chamada “época de ouro” do rádio, quando o veículo além de atingir boa parte da população era uma fonte de informação com credibilidade mesmo fora do circuito das emissoras educativas, como ocorria com o Grande Jornal Falado Tupi e com o Repórter Esso. Vamos ouvir trechos de notícias relevantes para a história do país, levadas ao ar pelo “Repórter Esso”.

Recentemente, o namoro entre o Rádio e a Educação tem ocorrido, tanto na programação das emissoras, quanto em âmbito escolar com a implementação de projetos que, além de promover a escuta e análise de programas radiofônicos, estimulam a criação de rádios virtuais ou “emissoras” com transmissões em circuito fechado dentro das escolas. A programação de cunho pedagógico e cultural é geralmente produzida em conjunto por integrantes da comunidade escolar.

Em projetos espalhados pelo Brasil, o rádio vem se convertendo num ativo recurso tecnológico, capaz de resgatar e valorizar a voz dos membros da comunidade e suas formas de articular o pensamento e expressar emoções, independentemente das condições sociais, econômicas e culturais dos sujeitos (professores, jovens aprendizes, agentes culturais etc.) envolvidos nos processos de formação.

MÍDIA - INFORMÁTICA


- Computador:A escolha de computadores na escola deve atender as necessidades do trabalho pedagógico realizado no laboratório de informática, analisando as placas de vídeo e som, a compatibilidade e a necessidade de memória, de HD, processador, placa-mãe.


- Software:Com os avanços tecnológicos, observa-se que as mudanças estão cada vez mais presentes no cotidiano escolar, trazendo desafios aos profissionais da educação quanto a metodologia utilizada no processo de ensino e aprendizagem, visto que trabalham as habilidades mentais, envolvendo a percepção visual, visomotora, raciocínio lógico, memória, entre outros. Pode-se citar: Sítio do Picapau Amarelo (online e cd ROM), Turma da Mônica (online e cd Rom), oportunizando um aprendizado diferenciado e prazeroso. O uso de softwares faz com que o aprendizado se torne diferente, agradável e adequado ao desenvolvimento de cada aluno, explorando atividades que envolvem letras, números, formas, cores. Os jogos oferecem um mundo lúdico interativo, envolvente e colorido, estimulando o aprendizado de maneira divertida. Dessa forma, por meio da utilização dos softwares educacionais, o professor estará mudando sua postura, deixando de lado a educação bancária, favorecendo no pleno desenvolvimento dos alunos, que irá construir o conhecimento com mais autonomia, interatividade e satisfação.

- Internet: Pode-se dizer que a Internet é como uma grande biblioteca, onde tudo está catalogado de alguma forma, para que seja fácil encontrarmos aquele livro, ou neste caso aquele site da web. Os sites da web são como os livros de uma biblioteca, como os livros, esses sites contém partes específicas, capítulos e páginas, que na Internet são as páginas da web. Assim, faz-se necessário que os professores tenham um olhar mais crítico em relação aos recursos tecnológicos que estão disponíveis na internet, como meio incentivador do processo de ensino e aprendizagem. Porém, deve-se utilizar alguns critérios de utilização para que seja obtido bons resultados, onde há novas oportunidades de assimilação dos conteúdos, tornando-se indispensável na comunicação e modificando a forma de ensinar e aprender, considerando sempre que o ser humano tem uma capacidade imensa de inovar, criar e recriar em busca da melhoria da educação.

Referências:

http://www.maquinadequadrinhos.com.br/Intro.aspx. Acesso em: 29 de Janeiro de 2011.

http://www.monica.com.br/index.htm. Acesso em: 29 de Janeiro de 2011.

http://sitio.globo.com/. Acesso em: 29 de Janeiro de 2011.

http://webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/material/tv/tv_basico/p_04.htm. Acesso em: 13 de março de 2011.

http://webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/material/radio/radio_basico/naescola.htm. Acesso em: 13 de mar de 2011.

http://webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/material/informatica/inf_basico/tutoriais/como_funciona_internet/index.html. Acesso em: 13 de março de 2011.
Fonte: Metodologia do Ensino de Ciências